quarta-feira, 4 de agosto de 2010

FATACIL 2010



Este ano o Pedro e a sua banda vão estar na FATACIL no dia da inauguração, no palco principal. Aí está o cartaz da semana.

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Criança!


Já fui sonho... projecto... feto...
Hoje, sou como o raiar de um novo dia,
O brotar de uma semente,
O desabrochar de uma flor!
Sou como uma doce melodia,
Com autor e partitura,
Só preciso que me "toquem" com ternura,
Para que eu possa ser gente!
Do bem, quero ser sempre contexto,
Não nasci para ser avesso!
Sou portadora de sol,
Trago luz, alegria e esperança,
Afinal sou criança.


Walter Pimentel
Isabel Guerreiro

segunda-feira, 26 de abril de 2010

O dueto de dois gatos

Rossini nasceu numa família de músicos em Pesaro, na Itália. Seu pai, Giuseppe, era um trompetista e a sua mãe, Anna, era uma cantora. Os pais de Rossini começaram cedo a sua educação musical, e aos seis anos de idade, ele já tocava na banda do pai.
Mais tarde tornou-se um grande compositor e as suas óperas mais famosas são “O Barbeiro de Sevilha”, “A Cinderela” e “Otelo”.
Nas suas composições, Rossini plagiava livremente as suas próprias obras, prática comum entre os compositores de ópera desta época.
Este “Dueto de dois gatos” foi composto por Rossini para brincar com as sopranos que desafinavam ou que se esqueciam das letras. Não pertence a nenhuma das suas óperas, embora os críticos digam que este dueto tem partes da ópera “Otelo”.
É usual ser cantado a duas vozes femininas (mezzo e soprano) acompanhadas ao piano e a sua única letra é o miau dos gatos.
Aqui é interpretado pelo grupo “Os Pequenos Cantores da Cruz de Madeira”.
video

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Elisabeth Browning


A poetisa inglesa, Elizabeth Barrett Browning nasceu a 6 de Março de 1806. Filha de um homem abastado, que enriqueceu à custa de plantações na Jamaica, foi educada em casa por um preceptor. Aos 14 anos uma queda de cavalo, causou-lhe problemas sérios na coluna vertebral, pelo que consumiu morfina contra as dores durante o resto da sua vida.
Em 1844, com a publicação de Poems , obteve grande popularidade, e foi elogiada por Edgar Allan Pöe, entre outros. Aos trinta e nove anos conheceu o poeta Robert Browning, seis anos mais novo. O namoro foi mantido em segredo, pois o seu pai, tinha proibido os seus doze filhos de se casarem.
No ano seguinte, Elizabeth fugiu e, em Setembro de 1846, casou com Robert Browning e foi com ele para Itália, onde se fixou, na cidade de Florença, até ao fim da sua vida.
Elizabeth Browning começou, então, a interessar-se pela causa da independência italiana. Tornou-se apoiante do movimento de unificação italiana e opôs-se à escravatura.
Faleceu, a 29 de Junho de 1861, em Florença. Um dos seus poemas mais conhecidos é “Como eu te amo”, dedicado ao marido.
Como eu te amo
“Amo-te quanto em largo, alto e profundo
Minh'alma alcança quando, transportada,
Sente, alongando os olhos deste mundo,
Os fins do Ser, a Graça entressonhada.
Amo-te em cada dia, hora e segundo:
À luz do sol, na noite sossegada.
E é tão pura a paixão de que me inundo
Quanto o pudor dos que não pedem nada.
Amo-te com o doer das velhas penas;
Com sorrisos, com lágrimas de prece,
E a fé da minha infância, ingénua e forte.
Amo-te até nas coisas mais pequenas.
Por toda a vida. E, assim Deus o quiser,
Ainda mais te amarei depois da morte."

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Um novo ano

Começou um novo ano. As promessas e as esperanças renovam-se a cada badalada da meia noite. Foi assim um pouco por todo o mundo.

sábado, 26 de dezembro de 2009

Foi há cinco anos

Foi há cinco anos. Um sismo seguido de um tsunami matou mais de 220 mil pessoas em vários países asiáticos. Indonésia, Índia, Sri Lanka e Tailândia foram os países mais afectados. Muitos estrangeiros que passavam a época de Natal nessa zona do globo também perderam a vida. Junto um vídeo com imagens dessa catástrofe na Tailândia, e que ficou na memória de todos. As fotos são das ilhas Phi Phi onde estive três anos e meio antes da tragédia.

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

O Pedro

Era uma vez um menino que se apaixonou pela música. Prestes a acabar o curso superior, decidiu mudar o rumo da sua vida e seguir a sua vocação. Hoje é músico profissional e tem uma banda. Excelente tocador de guitarra e compositor, como se pode verificar no seu site www.pedrofriasband.com já possui um longo currículo de sucessos. Aqui deixo um vídeo de um dos concertos deste ano. É o meu sobrinho Pedro.
video